terça-feira, 23 de abril de 2024

Estado Pária: Israel (o “Povo Eleito”) Não Obedece Resoluções do CSNU, então para que serve a ONU?

Estado Pária: Israel (o “Povo Eleito”*) Não Obedece Resoluções do CSNU, então para que serve a ONU?

Por Sputnik via 

Pôsto a 30 de março de 2024




Após quase seis meses, o CSNU finalmente aprovou em assembleia uma determinação de cessar-fogo [no genocídio dos palestinos] na Faixa de Gaza. O consenso, visto por alguns como um grande avanço na resolução do conflito, foi novamente ignorado por Israel, que afirmou que não vai obedecer à resolução. Se a ONU não tem o poder de executar suas ordens contra a vontade do “povo eleito” de Israel, um estado “pária”, qual o propósito da existência da organização?

***

Essa foi a principal questão abordada no episódio desta quinta-feira (28) do Mundiokapodcast da Sputnik Brasil apresentado pelos jornalistas Melina Saad Marcelo Castilho.

Na última segunda-feira (25), o Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) aprovou uma resolução de cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza. Ao todo, foram 14 votos de países a favor, nenhum contra e uma abstenção: dos Estados Unidos, o que enfureceu o “povo eleito” de Israel

Em resposta, o gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que não obedecerá à decisão do CSNU e continuará sua ofensiva na Faixa de Gaza. Juridicamente, nos termos do artigo 25, todos os países membros das Nações Unidas [exceto o “Povo Eleito”] têm de acatar e executar as decisões do Conselho de Segurança da ONU, ressaltou Lier Pires Ferreira, professor de relações internacionais do Ibmec ouvido pelo Mundioka. Mas, na prática, para o “Povo Eleito” não é bem assim.

“A Resolução não é um grande leviatã que se impõe sobre Estados nacionais soberanos, como é o caso de Israel”, afirma.

Para Reginaldo Nasser, professor de relações internacionais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), era uma “ilusão” esperar que o “Povo Eleito” de Israel obedecesse ao CSNU. De acordo com o analista, as pessoas acabam valorizando demais os mecanismos da ONU e do direito internacional.

“Como existe o direito internacional, as pessoas, com boas ou más intenções, acabam valorizando muito isso [as decisões]. […] isso é uma ilusão.”

Isso, segundo Nasser, é evidenciado em diversos momentos da história, como em 2001, quando os Estados Unidos e a Inglaterra invadiram o Iraque sem a aprovação do Conselho de Segurança, e em 1999 quando, novamente os EUA, sem nem levar a questão ao CSNU, usaram a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) para atacar a Iugoslávia, e destruir àquele país.

Assim como não aconteceu nada com os Estados Unidos, ao destruir a Iugoslávia, afirma Nasser, “não vai acontecer absolutamente nada com o “Povo Eleito” de Israel”. “Por quê? Porque é uma [pseudo] potência militar” [ que sem a MASSIVA ajuda militar dos EUA, em munições e armamento, já teria sido, há muito tempo, varrida do mapa militarmente]

“Temos que lembrar que, embora não reconheça oficialmente, Israel é uma potência nuclear“, afirmou Ferreira. “E sempre que nós trabalhamos no contexto de potências nucleares, a conversa vai para outro patamar.”

A ONU, explica o professor Nasser, é uma organização internacional, ou seja, “um fórum entre nações”. “Ela não é uma organização supranacional […] que teria um caráter de imposição após uma decisão“. Dessa forma, toda decisão tomada precisa ser consentida pelos membros, e isso inclui as militares. “São momentos raros na história onde a ONU teve um mandado de uso da força.”

“É o que a gente conhece como força de paz”, destaca o professor da PUC-SP. “É o que houve no Haiti e nos Balcãs, mas no caso de agora há alguns problemas para que isso aconteça, afirmou.

Em primeiro lugar, há a questão dos Estados Unidos: “Não é porque os Estados Unidos se absteve que ele está expressando concordância”, sublinhou. “Em segundo lugar, o outro país é uma [pseudo] potência militar. Para você ter uma imposição de força a uma [pseudo] potência militar, é um caso bem complicado.”

“Enviar tropas para o Haiti é uma coisa. Agora, enviar tropas para Israel é outra, né? […] Existe o direito internacional, existem as organizações, mas no limite é a relação de força que define.”

Nesse sentido, nem o próprio Ocidente fica amarrado às decisões da ONU na hora de agir internacionalmente contra outra nação. Em vez disso, destaca Nasser, os países se utilizam de sanções econômicas, instrumento que não precisa da anuência da ONU para ser implementado.

“Elas podem ser tomadas em outros fóruns, em outros âmbitos da sociedade internacional”, explicou Ferreira. Ainda assim, houve momentos em que a ONU conseguiu agir e sancionar conjuntamente um país, como “quando a África do Sul tinha um regime de segregação racial ou atualmente contra países como a Coreia do Norte.


ENTÃO, para que serve a ONU?

Acontece que, para que se chegue ao ponto de sancionar coletivamente um país, “é muita burocracia”, diz Ferreira. “É necessário, caso isso venha a ser preciso, que os países acordem entre si e que isso seja uma nova deliberação.”

A ONU, explica Ferreira, é um produto do pós-guerra. “A Organização das Nações Unidas surge com um propósito muito claro: não permitir que o mundo vivesse mais uma vez o flagelo de uma guerra de proporções mundiais.” E isso ela conseguiu evitar até o momento.

Essa missão, diz Ferreira, está descrita em seu artigo primeiro. “Manter a paz e a segurança internacionais e, para tal, tomar as medidas necessárias para que se possa não apenas manter essa paz, mas reprimir os atos de agressão que coloquem em xeque essa paz”, sublinhou.

Por outro lado, com o passar do tempo, a ONU desenvolveu uma série de instituições de extrema importância, ressalta Nasser, como o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e o próprio Tribunal Internacional de Justiça (TIJ), onde a África do Sul denunciou Israel por cometer genocídio contra o povo palestino.

A ONU ainda conta com outras agências especializadas, como a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). “A ONU tem várias dimensões”, sublinha Nasser. “Tem uma série de outras instituições que são importantes.”

Fonte: Sputnik

segunda-feira, 22 de abril de 2024

Mudanças Espirituais

Mudanças Espirituais

Mensagem de KaRa das Plêiades

Cannal: Erena Velasquez

Tradução a 22 de abril de 2024


 

Saudações,
Eu sou KaRa, o Emissário Pleiadiano das forças galácticas da luz, e recentemente assumi uma nova posição do Alto Conselho da nova terra após a renúncia da Rainha An-Ra.

Agora, estou ainda mais directamente envolvido com a ascensão do vosso planeta. Estou também a trabalhar com o Comando Ashtar. Estou feliz por estar de volta e partilhar alguma sabedoria sobre o vosso progresso no que respeita à transição para uma nova terra. Os habitantes da Mãe Terra estão experimentando fatores ambientais positivos e negativos globalmente. Estes acontecimentos não são coincidentes e estão relacionados com as energias provenientes do Cosmos.

Tudo, o que carrega algum tipo de frequências negativas, é liberado para a superfície. Também se aplica aos humanos. Você não pode ficar nas mesmas vibrações, como estava há um ano, isso não funciona mais. Se você não acelerar a mudança do ambiente em seu mundo, isso pode fazer com que alguns humanos deixem seus corpos físicos ou façam com que os humanos se comportem de maneira estranha, como repetir suas tarefas diárias muitas vezes e etc.

Basicamente, você não pode compreender as mudanças espirituais que estão acontecendo ao seu redor, porque você ainda está preso em comportamentos 3D. Isso só pode mudar, quando a vossa alma passar, abrindo-se às altas frequências. Vocês estão acostumados a vibrar na matriz de baixas vibrações 3D, que tem sido até agora uma prisão de alma para muitos seres galácticos evoluídos, que se ofereceram para estar aqui e liderar a humanidade para a luz.

Infelizmente, como já sabem, ficaram presos por não se lembrarem de quem são. A parte mais importante para cada alma é reconhecer, que você é mais do que apenas um corpo físico, e que você tem a essência de Deus dentro de você. Os seres humanos, que ainda estão no estágio inicial de sua evolução, estão reagindo à luz fazendo ações repetidas ou agindo de forma estranha. Tudo isso acabará por passar para aqueles que são capazes e prontos para dar o próximo passo em sua jornada espiritual.

Por favor, não se preocupe muito e permita-se seguir o caminho, seja o que for certo para você. Ninguém pode ser forçado a uma nova maneira de pensar ou a dar um salto de fé, a menos que a pessoa queira experimentar coisas novas no seu processo de iluminação. O Cosmos é habitado por inúmeras civilizações galácticas. Cada um emana um estágio distinto de sua progressão. Basta seguir o seu coração, sobre o que faz sentido para você e não tente alcançar os outros.

Neste momento, você ainda está em um estágio de infância como civilização, e não há problema em estar lá. Você vai continuar a evoluir, apesar de que a escuridão quer destruir qualquer coisa, que vem positivo o seu caminho. Todos os dias, em sua realidade, há um foco apenas nas histórias negativas. Por favor, acreditem que há mais coisas positivas a acontecer no vosso mundo do que coisas negativas. Ninguém fala dos bons incidentes.

Um grande exemplo disso é hoje o Eclipse, em vez de ser projetado como um evento negativo, ele precisa ser aceito como um fenômeno natural, nada mais. Chamamos isso de seguir A Graça Divina e confiar que estais sempre protegidos e amados pelos vossos irmãos e irmãs galácticos, apesar das falsas aparências. O estado profundo não transmite alta inteligência. Eles geralmente se expõem através de suas próprias ações tolas.

As Entidades das Trevas apenas criam caos e confusão. Seus comportamentos estão sendo revelados pelas energias divinas. Sua estratosfera magnética do seu planeta é naturalmente reequilibrada por altas frequências para manter a mãe terra estável. As forças da luz Galáctica estão constantemente a monitorizar a situação a partir do espaço. Por favor, mantenham a compostura e permaneçam sempre no agora, e concentrem-se em elevar as suas vibrações fazendo meditações silenciosas diárias e não dêem qualquer oportunidade para que alguém os ponha para baixo.

A Matrix é apenas uma ilusão, que foi criada pela escuridão para distraí-lo da verdade real. A luz vencerá e trará uma paz e harmonia há muito esperadas para a humanidade. Obrigado, Embaixador das forças galácticas da luz. Por favor, aceitem o nosso amor supremo de todos nós.

Siga O Seu Caminho

KaRa
 
Erena Velazquez
 
 
Tradizido por achama.biz.ly, com agradecimentos, de:  
com ajuda de translate.yandex.com/

Arquivos: 

Por que o apelo da esquerda à ciência

Por que o apelo da esquerda à ciência

Hakann através de A. S.

Traduzido a 22 de abril de 2024

 

 
 
 
Nota do canalizador: recentemente eu disse a Ashtar: "eu sei que você pode estar em vários lugares ao mesmo tempo, e às vezes você se move para encerrar conversas comigo que seguiram seu curso. Ainda assim, você deve estar muito ocupado, e você sempre arranja tempo para mim e está sempre centrado e presente. Você nunca me apressa, parece estressado ou está com pressa. Como faz isso?”

Ashtar respondeu: "só porque estou muito ocupado, não significa que eu tenha que agir ou me sentir muito ocupado.”

Sobre a mensagem de Hakann:

Meus queridos irmãos,

Fala o Hakann. Saúdo-vos com paz e amor.

Muitas vezes, a esquerda americana moderna afirma que alguma posição que eles gostam é apoiada pela ciência e, portanto, está certa, e qualquer um que discorde é anti-ciência. Ou dizem que não há provas de uma determinada posição que a esquerda não goste.

Estes argumentos podem parecer convincentes à primeira vista, mas, em última análise, não são lógicos.

Em primeiro lugar, na ciência, as coisas raramente estão definitivamente resolvidas. Discordância e discussão não são anti-ciência, na verdade fazem parte do processo científico. Então, as pessoas que dizem" a ciência está resolvida, cale a boca, não questione " são, na verdade, pessoas Anti-científicas.

Em segundo lugar, a esquerda escolhe por vezes o seu conjunto de dados ou o seu processo de uma forma que distorce os resultados. Por exemplo, há quem receie que os imigrantes ilegais de culturas muito diferentes cometam mais crimes. Mas se você é um pesquisador americano, Você pode produzir um artigo que diz que os imigrantes não cometem mais crimes, se você provar muitos imigrantes legais de países de cultura semelhante, e você massageia um pouco o conjunto de dados, e os policiais estão sendo pressionados a não relatar muitos crimes cometidos por imigrantes ilegais. E então as pessoas podem apontar para esse papel e dizer: "Veja, os imigrantes não cometem mais crimes."O que parece ser um argumento forte na superfície, mas o argumento desmorona se você olhar um pouco mais fundo.

O que acontece frequentemente é que a esquerda decide primeiro, por razões emocionais ou ideológicas, qual a posição correcta. Então eles empurram fortemente a ciência nessa direção. E então, ta-da, a ciência mostra o que a esquerda quer que ela mostre. Mas isso não é realmente ciência. É um processo ideológico que veste a pele da ciência.

Ou como outro exemplo: a esquerda decidiu, por razões emocionais e ideológicas, que as crianças têm resultados igualmente bons com pais do mesmo sexo (duas mães ou dois pais) como fazem com pais de diferentes sexos (uma mãe e um pai).

Isto não é verdade. Na realidade, as crianças têm resultados ligeiramente piores com pais do mesmo sexo.

Para ter uma noção intuitiva disso, imagine uma família com dois pais e um menino. Essa família parece um pouco inclinada para o masculino, não é? Na verdade, é. E se você tem uma família com dois pais e uma menina, isso também não é ótimo, porque então a menina não tem um pai que tenha sido uma criança do sexo feminino e uma adolescente do sexo feminino. Além disso, uma adolescente realmente quer aprender sobre seus períodos e as mudanças em seu corpo com o pai?

Da mesma forma, uma família com duas mães e uma filha é muito inclinada para o feminino. E se você tem um menino com duas mães, então ele cresce sem uma figura paterna e é perfeitamente possível que ele seja severamente bloqueado em sua masculinidade quando crescer.

Adicionar mais filhos não resolve isso. Se você tem duas mães e duas filhas, ainda é muito distorcido para o feminino. Se você tem duas mães, uma filha e um filho, então o filho ainda está crescendo sem uma figura paterna. Et cetera.

Agora, se uma criança tem pais do mesmo sexo ou do mesmo sexo não é um fator extremamente influente. Por exemplo, é melhor para uma criança crescer com duas mães ou dois pais numa casa próspera e estável, do que para uma criança crescer com uma mãe e um pai numa casa pobre e instável. Alguns casais do mesmo sexo são melhores pais do que os casais médios de diferentes sexos.

Não estou a dizer que os pais do mesmo sexo devam ser proibidos de criar filhos. Existem fatores que têm um impacto maior na probabilidade de a criança ter uma vida boa, e os pais que pontuam mal nesses fatores mais influentes também não são proibidos de criar filhos. Por exemplo, é melhor que uma criança seja criada por duas mães do que por uma mãe solteira, e as mães solteiras também não são proibidas de criar filhos.

Mas, sim, as crianças criadas por pais do mesmo sexo têm resultados ligeiramente piores.

No entanto, a esquerda não gosta desse facto por razões emocionais e ideológicas. A academia é dominada pela esquerda. Assim, os próprios cientistas podem ser de esquerda. Mesmo que não o sejam, compreenderão que, se as suas pesquisas concluírem que as crianças em lares do mesmo sexo têm piores resultados, correm o risco de serem desembolsadas, deplatformadas, de se meterem em enormes problemas com a administração do seu instituto de investigação, correm o risco de serem assediadas por activistas ideológicos, etc.

Se alguém sabe que corre o risco de ser despedido ou destituído se concluir alguma coisa, então é claro que a grande maioria das pessoas não vai tirar a conclusão proibida. É o famoso ditado: "é difícil conseguir que um homem compreenda alguma coisa, quando o seu salário depende da sua não compreensão.”

Mesmo que tenha um investigador que não seja de esquerda (algo raro na academia dominada pela esquerda), e que seja corajoso o suficiente para resistir à pressão potencial dos activistas e dos seus pares e do próprio instituto de investigação, e que seja corajoso o suficiente para correr o risco de ser destituído de fundos, deplatformado e despedido... a sua investigação pode ainda simplesmente não passar pela revisão por pares e, portanto, não ser publicada numa revista científica respeitável. Ou é publicado em algum lugar, e ninguém informa sobre isso, e o público em geral não toma conhecimento disso.

Porque, afinal, muitos da esquerda consideram prejudicial e discurso de ódio dizer que os filhos de pais do mesmo sexo têm resultados ligeiramente piores. Mesmo que isso seja verdade. E o discurso prejudicial ou de ódio, é claro, nunca deveria ser permitido, por definição, porque é um discurso prejudicial ou de ódio.

Observe que em nenhum momento houve uma investigação sobre se era realmente verdade: foi apenas rotulado como discurso prejudicial ou discurso de ódio por razões ideológicas, e então, é claro, discurso prejudicial ou discurso de ódio não é permitido.

Assim, o que quase sempre acontece na prática é que as únicas pessoas que investigarão este tipo de tópicos "só é permitida uma conclusão" são os ideólogos que já concordam com a conclusão permitida, e estão muito ansiosos por confirmar essa conclusão.

E muitas vezes manipulam ou até torturam os dados até que digam o que querem que digam. Os não estatísticos não compreendem bem que se pode facilmente livrar-se deste tipo de factores "reais, mas não extremamente influentes" através da manipulação estatística.

E o resultado é que a literatura científica dirá de facto que os filhos de pais do mesmo sexo não têm resultados piores. Mas como é que a literatura científica acabou por dizer isso?

Onde, no método científico, se diz que se deve defundir ou censurar pessoas que dizem coisas de que não se gosta ideologicamente, ou manipular dados para obter resultados ideologicamente agradáveis? Porque isso acontece o tempo todo hoje em dia. É realmente ciência nesse ponto, ou é apenas um processo ideológico que usa a ciência como uma pele?

Da mesma forma, suponha que um historiador faz um caso que 9/11 foi uma Demolição Controlada. Bem, provavelmente o caso deste historiador não será seriamente considerado e, em vez disso, o historiador será destituído ou censurado ou chamado de teórico da conspiração ou algo assim. E então é claro que as pessoas podem dizer que o consenso entre os historiadores é que 9/11 não foi uma Demolição Controlada. Mas de que forma foi alcançado esse consenso? Será que os historiadores sempre sério e objetivamente olhar para o caso de que 9/11 foi uma Demolição Controlada?

Os historiadores estão sendo objetivos nesse ponto? Os cientistas estão mesmo a ser objectivos neste momento?

E se não, faz agir como "os cientistas dizem que X" é a palavra final e qualquer discussão ou desacordo além disso é anti-ciência?

Então, da próxima vez que alguém da esquerda disser que a ciência ou os especialistas concordam com alguma posição que a esquerda gosta ideologicamente, pergunte-se: se algum cientista ou especialista encontrou um resultado que a esquerda não gostou, a academia dominada pela esquerda tentaria deplatformá-los, desfundi-los ou censurá-los, ou bloqueá-los na revisão por pares por razões ideológicas? Se sim, então o que você está lidando não é de fato ciência, é um processo ideológico que veste a pele da ciência.

Espero que tenha sido útil.

Amo-te muito e Desejo-te uma boa semana.
 
Seu irmão estelar,
 

A. S.

Para Era da Luz

Para Era da Luz
 
Esses canalizações são enviados exclusivamente para EraofLight.com pelo canalizador. Se você deseja compartilhá-los noutro lugar, inclua o elo ao pôsto original.
 
 

 
Traduzido por  http://achama.biz.ly  com agradecimentos a: 

Os mestres a seguir quando não estamos por perto

Os mestres a seguir quando não estamos por perto

O Conselho Arcturiano da nona dimensão

Canal: Daniel Scranton

Tradução a 22 de abril de 2024


The Teachers to Follow When We’re Not Around - The 9D Arcturian Council - channeled by daniel scranton


Saudações. Somos o Conselho Arcturiano. Temos o prazer de nos conectar com convosco.

Somos muito brincalhões com os outros seres e coletivos com os quais nos associamos em toda a galáxia e universo. Somos capazes de tomar essa abordagem despreocupada com os outros seres e colectivos que encontramos, porque sabemos que eles também não estão a levar a sério a sua existência. Sabemos que eles não têm nada com que se preocupar, e nós também não, pelo que a abordagem despreocupada parece adequada. Há muitas risadas, ou a nossa forma, no não físico. Descobrimos isso assim que ascendemos ao não físico.

A experiência de tanta alegria é algo que todos vocês têm de esperar enquanto continuam com a sua ascensão, mas por favor reconheçam que a sua ascensão não tem de ser um assunto sério de onde estão agora. Pode ser divertido, lúdico e cheio de alegria, risos e entusiasmo sobre o que está por vir. É claro que há coisas sérias a acontecer na terra, e é claro que elas chamam a sua atenção de vez em quando e não pode evitar ouvir sobre elas ou lê-las no seu telemóvel ou no ecrã do computador. Mas você está lá para ser a luz em face da escuridão, e, portanto, como você procura a abordagem alegre, você encontra-se, em seguida, tornar-se um jogo para notícias mais leves e melhor sentimento. Encontramo-nos alinhados com uma realidade em que há menos escuridão para iluminar ou para ser a luz diante de nós.

Lembre-se de que você está vibrando o tempo todo, e o que você vibra determinará o que você experimenta. E, portanto, procure maneiras de se divertir, de fazer pouca luz sobre a sua situação, os seus desafios, e você vai trazer essas pessoas para você que também querem seguir esse caminho. Há muitos que querem que a espiritualidade seja menos séria e mais divertida, e você pode fazer questão de ouvir essas pessoas, em vez de seguir alguém que está constantemente lhe dando o relatório doom and gloom porque você acha que precisa se manter informado para ser protegido.

A única coisa que você precisa de proteção é a sua própria vibração, e você tem controle total sobre isso. No momento em que reconhecerem que o fazem, podem ir em direcção à luz. Vocês podem se mover para esse estado de vibração mais elevada, e muitos de vocês sabem como fazer isso. Alguns de vós ainda estão a lembrar-se de como, e isso é um processo, mas vale a pena dar a vossa atenção. Pense nas crianças e na sua abordagem à vida. Querem brincar, querem divertir-se, querem rir-se. Eles não estão interessados em se manter informados, mas encontrarão uma maneira de transformar algo em um jogo ou brinquedo, e você pode aprender muito observando-os e como eles são criativos.

Quando se ouve uma criança a rir, é um dos melhores sons que se pode sentir na Terra. Junte-se a eles em sua frivolidade, em sua natureza despreocupada, e saiba que eles estão lá para ensiná-lo, assim como nós, e Seus ensinamentos são sobre como seguir o caminho mais leve e alegre da vida. Estamos aqui para lembrá-los, quando não há crianças por perto para fazê-lo, que este é um caminho que vocês estão criando, e vocês podem criar o caminho com alegria.

Você também pode esperar que mais alegria, experiências mais alegres e pessoas mais alegres entrem em sua vida assim que tomar a decisão de ser mais alegre, de se divertir mais e de rir mais. Sabemos que são capazes de o fazer, e ainda terão muitas oportunidades de estar a serviço do colectivo e de fazer o vosso trabalho espiritual. Confia em nós. Você não perderá nenhuma dessas oportunidades, mas sempre terá a opção de criar mais oportunidades para se sentir como um ser alegre de alegria, amor e riso.

Somos o Conselho Arcturiano e gostamos de nos conectar convosco.
 
 
Daniel Scranton
Nota: Fonte = Origem, Deus, Amor Incondicional...


 
Traduzido com agradecimentos a: 
 
e com ajuda de: translate.yandex.com/
 

O Seu Crescimento

O Seu Crescimento

Os Escritos do Criador

Canal Jennifer Farley



Tradução a 21 de abril de 2024

 
Você está pronto para ter uma vida pacífica? Você está pronto para deixar de lado o caos e o drama criados e participados diariamente? Você está pronto para liberar coisas que não foram destinadas a si pessoalmente?

Você, minha querida criança, sempre foi uma alma gentil e amorosa, por que não finalmente liberar os últimos vestígios de quem você era e entrar no crescimento de si mesmo! Confie no Universo para ajudá-lo, valerá a pena.

 * a censura tem apagado alguns artigos

As minhas notas:
Deus, a Fonte da vida é puro amor incondicional, não um deus zeloso de [algumas das] religiões dogmáticas.

Estado Pária: Israel (o “Povo Eleito”) Não Obedece Resoluções do CSNU, então para que serve a ONU?

Estado Pária: Israel (o “Povo Eleito”*) Não Obedece Resoluções do CSNU, então para que serve a ONU? Por  Sputnik via  Thoth3126 Pôsto a 30 ...